O visto para Portugal é o desejo de muitas pessoas que buscam visitar, passar uma temporada ou morar no país lusitano. Para obtê-lo você deve buscar se informar ao máximo sobre os tipos de vistos e o que é preciso para entrar no país de forma legal.

Visto para Portugal
Visto para Portugal – Como conseguir? Fonte: Freepik

O país é bem aberto aos estrangeiros, principalmente brasileiros. Acredita-se hoje, que cerca 25% das pessoas estrangeiras em Portugal sejam brasileiras. Um grande percentual se comparado à quantidade de países do globo.

Para um estrangeiro entrar em alguns países (a maioria deles), como se sabe, é necessário possuir o visto junto ao seu passaporte. O visto é uma autorização para entrada no país, que contém basicamente a permissão e o tempo máximo que vale aquele visto (um ano, dois anos e assim vai).

Além disso, os vistos para Portugal possuem:

Bem, se você busca informações sobre os vistos que pode tirar e como se preparar para ir visitar as belezas portuguesas, veio ao lugar certo!

Vistos Portugal

Portugal é um país que preza com primazia pela segurança de seus habitantes, não é à toa que é considerado o terceiro país mais seguro do mundo. Mesmo assim, há algumas situações onde não é preciso tirar visto para adentrar ao país.

Visto para Portugal
Vistos Portugal. Fonte: Freepik

Não há apenas um tipo de visto para Portugal, mas sete no total. Cada um deles pode ser usado para atender determinada situação, que nós explicaremos a seguir.

Visto de Empreendedor ou Visto D2

Portugal é um país que abriga inúmeras empresas bem sucedidas e preza pela criatividade e exclusividade no empreendedorismo. Por isso, pessoas que buscam montar empresas e têm propostas inovadoras podem conseguir o visto de empregador para Portugal D2.

Sim, isso mesmo, abrir uma empresa que tem potencial lucrativo pode te dar o direito de residir no país. Para retirada desse visto você precisa de ter em mãos os seguintes documentos:

Por meio do projeto de abertura do negócio, é analisada a viabilidade e o potencial de lucro da empresa, além de entender bem o que se planeja ofertar.

Visto Gold ou Golden Visa

O visto para Portugal Gold é focado para autorizar os investidores a estarem no país. Se você busca investir em negócios e não sabe em qual país, pode levar a existência desse visto em consideração na hora da escolha.

O visto é disponibilizado para pessoas que busquem comprar imóveis acima do valor de €500 mil euros. No caso de investir em negócios e não necessariamente em imóveis, o valor mínimo é de €1 milhão no mercado financeiro.

Além disso, a partir dele há possibilidades de solicitar residência permanente após cinco anos e até a nacionalidade portuguesa.

Visto para Aposentados (Visto de Rendimento Próprio ou D7)

Portugal é um dos países mais tranquilos e com melhor qualidade de vida, por isso tornou-se constantemente o destino para pessoas que acabam de se aposentar e querem dar um upgrade na vida.

Portugal autoriza a permanência de pessoas que sejam aposentadas e que provem que possuem rendimentos para sobreviver sem auxílio governamentais ou de algum outro.

Os principais documentos solicitados costumam ser comprovantes de imposto de renda ou extratos bancários.

O valor mensal obtido pelo requerente deve ser pelo menos o correspondente a um salário mínimo no país. Além do aposentado, a família pode ir junto, desde que esse tenha a condição mínima de sustentar a família.

Visto de Estudante (Visto de Estágio ou D4)

No caso de estudantes brasileiros, essa entrada é mais facilitada ainda, pois há inúmeros convênios entre os dois países em questão.

O principal documento requerido nesse processo é, obviamente, o comprovante de matrícula na instituição de ensino. Segue alguns outros documentos que podem ser necessários:

Essa é uma lista exemplificativa, e pode ser solicitado outras documentações complementares.

Visto de Trabalho

Para adquiri-lo é necessário comprovar com o contrato de trabalho ou uma declaração do contratante de que a carteira será assinada e assumirá oficialmente o empregado.

Porém, a empresa também precisa antes abrir a seleção para portugueses a fim de assegurar a preferência pelas pessoas do país. Quando não se encontra um profissional para a vaga, esta pode ser direcionada a um estrangeiro.

Outros Vistos

Além dos mencionados acima, existem outras modalidades de vistos para Portugal, como o de Reagrupamento Familiar, que pode ser requerido quando uma pessoa possui o visto de residência e busca levar os familiares.

Existem outros vistos como o de Profissionais Altamente Qualificados (que é cedido a um profissional com reconhecida excelência numa determinada área) ou o Visto Startup Visa (destinado a quem procura montar startups no país).

Brasileiro precisa de visto para Portugal?

Para entrar em Portugal, os cidadãos brasileiros que irão permanecer por no máximo 3 meses não precisarão de visto. Isso pode se aplicar em caso de turismo. Porém, caso se pretenda exceder em um dia a estadia, é necessário tirar uma extensão de visto para turistas.

Visto para Portugal
Brasileiro precisa de visto para Portugal? Fonte: Freepik

Acredita-se que em 2023 isso vá ser alterado, de modo que até os turistas vão precisar de vistos de curta estadia para transitar pelo país. Porém, a facilidade para os brasileiros vai ser mantida quando comparada a estrangeiros de outros países.

Portugal sempre foi um país receptivo para os brasileiros, principalmente por esses terem apreço pela qualidade de vida e segurança que o país oferece.

Afinal, quais os benefícios de ir para Portugal?

Aqui preparamos uma lista rápida com as principais justificativas dadas para estrangeiros que visitam o país temporária ou permanentemente:

Várias outras vantagens podem ser elencadas aqui, pois Portugal é um país riquíssimo de privilégios.

O que preciso para ir para Portugal?

No caso de visitas mais demoradas, há uma análise detalhada sobre os meios de subsistência, a fim de evitar que as pessoas entrem no país e aumentem as condições de pobreza, que são pequenas no país.

Há alguns itens importantes para entrar no país, como:

Desta forma, se seus planos são passar um período mais extenso nas terras lusitanas, é importante demonstrar que você não acarretará um ônus para o país.

Quanto tempo costuma durar o processo para retirada do visto?

O processo para obter o visto para Portugal não costuma demorar mais de dois meses, normalmente leva 45 dias.

Porém, isso depende da comunicação que você estabelece com o setor responsável e se cumpre os prazos para entrega de documentação do que é necessário.

Nos casos em que se busca tirar um visto de residência é necessário atestar que se tem a condição mínima para se sustentar no país em um intervalo de pelo menos um ano.

O que acontece se eu viajar sem visto?

Bom, Portugal é um país que integra a União Europeia (UE) e podemos ter certeza de que a veiculação das informações entre esses países é muito rápida.

Se você viajar para Portugal ou para algum país que precise de visto para entrar, será impedido de sequer sair do aeroporto e mandado de volta ao seu país de origem.

No caso de ser um país que pertença à UE, você pode ficar impossibilitado e entrar em qualquer um desses países por tempo indeterminado. Em Portugal há um órgão responsável por averiguar essas situações chamado Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF).

Se você levar em consideração todas essas informações e consultar um advogado da área – não terá nenhum problema para obter o seu sonhado visto para Portugal.

O presente artigo não substitui Consulta Jurídica com Advogado habilitado e caso tenha dúvidas sobre os procedimentos de reconhecimento de nacionalidade italiana busque um profissional especializado para auxiliá-lo nos trâmites relativos ao requerimento da cidadania.

Saiba mais sobre Carolina Felix Advogados.

Entre em Contato

* indicates required

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *